Non grata

Sonia Racy

23 de março de 2011 | 16h38

Toda movimentação em torno da Usiminas, quem sai, quem fica, tem também um objetivo além do comercial. Barrar a chegada de Benjamin Steinbruch na empresa. “Ele está querendo entrar pela porta dos fundos”, aponta alta fonte envolvida no processo.

Como? Comprando ações diretamente no mercado.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.