Nome de quem?

Sonia Racy

15 Abril 2011 | 23h11

Já as negociações do “naming right” da nova casa, estão de vento em popa. Segundo fonte do time, existem hoje quatro interessados. Destes, duas empresas aéreas. Preço? A disputa gira em torno de US$ 30 milhões anuais. Por cinco anos de contrato.

Mas este dinheiro não entraria nos cofres do Corinthians. Por contrato, o “direito do nome” foi dado como garantia no empréstimo que a Odebrecht tomou no BNDES para construir o estádio.