Noite no circo

Redação

27 Fevereiro 2010 | 06h00

Camilla Camargo, neta de Francisco, acabou sendo uma das estrelas da apresentação para convidados do espetáculo Quidam, quinta, na tenda do Cirque Du Soleil em São Paulo. Ao lado da mãe, Zilu, foi puxada para o palco por um palhaço que, falando em português, cochichou: “Tira o salto, você vai se machucar”. Na saída do espetáculo estava esperançosa: “Será que alguém vai querer me contratar?”

Por acaso – ou prudência? – o palhaço não escolheu para interagir Aloysio Nunes Ferreira, Paulo Renato, Hector Babenco, Olavo Setúbal Jr. nem Luiz Octávio Índio da Costa, todos na primeira fila – que respiraram aliviados. A noite era do Bradesco, mas no tapis rouge a concorrência circulou.

Índio da Costa elogiou a ONG de Madonna. “Não doei dinheiro só porque ela é famosa, mas porque gostei do projeto SFK.” Olavo Setubal foi mais cauteloso. “Temos tantas ONGs no País… Acho mais importante apoiar as iniciativas daqui. O Brasil é carente de recursos”.

Por DÉBORA BERGAMASCO E PEDRO VENCESLAU