Noite mais enxuta, mas não menos luxuosa

Noite mais enxuta, mas não menos luxuosa

Sonia Racy

24 de novembro de 2016 | 01h50

EXCLUSIVO DIRETO DA FONTE A demanda de projetos para melhorar o Brasil enviados para a BrazilFoundation dobrou comparada a do ano passado, discursou a CEO Patricia Lobaccaro, no 3º gala em prol da instituição, anteontem, na Casa Fasano.

Paula Lima abriu a festa com abanda Bixiga 70, acompanhando o jantar light servido pelo buffet Fasano. Entre os pratos, o robalo com bottarga ralada na hora, agradou às moças, que capricharam em seus looks de gala.

Em noite mais enxuta, mas não menos glamurosa, a ONG arrecadou quase R$ 800 mil. Os 300 convidados, que pagaram R$ 3 mil cada lugar, lotaram as 25 mesas decoradas com flores tropicais, como o clima da noite pedia. Jantar terminado, começa o leilão de 8 lotes.

O leiloeiro, Mauro Zukerman, avisou, brincando: só tinha cinco minutos para leiloar todos os lotes da noite. Tempo limitado, Edemir Pinto, presidente da BM&FBovespa – um dos homenageados do evento – entrou na brincadeira. “Tenho tanto a dizer, mas me deram apenas um minuto para falar, vou usar três”.

Os outros homenageados da noite foram Bel Santos Mayer, coordenadora do Instituto Brasileiro de Estudos e Apoio Comunitário e o casal Johanna e Alexandre Birman, que recebeu um ‘beijo na boca’ mandado pelas filhas, Olga e Vera, por meio de vídeo que surpreendeu e alegrou os presentes.

Johanna é a segunda brasileira escolhida por Karl Lagerfeld para o posto de “fidèle” da Chanel. A primeira, a atriz Laura Neiva, também estava presente. As duas papearam a noite toda ao lado de Sophie Charlotte, que não é fidèle mas também vestia roupas da marca francesa, principal patrocinadora do evento. Questionada pela coluna sobre quais conselhos teria a dar à mais nova colega, Laura resumiu: “Ela é que tem que me dar dicas”.

Na disputa, dois lances deram mais o que falar. Uma prancha de surfe da Chanel, usada por Gisele Bündchen em comercial da marca. Foi anunciado que haviam dois exemplares da peça. Marina Ruy Barbosa e Maythe Birman logo subiram ao palco para garantirem as suas, por R$ 30 mil cada. Na sequencia, descobriu-se que a informação estava errada: só havia um exemplar. Que ficou para a atriz global.

O maior lance da noite foi uma visita de nove dias ao Japão, com hospedagem no hotel The Ritz-Carlton e passagens de executiva pela Qatar Airways. Saiu por R$ 80 mil para um convidado que não quis se identificar. Na disputa pelo lance, sobrou até para o casal Lala Rudge e Bruno Khouri, que foram questionados se não queriam passar a lua de mel ano que vem no Japão… já que a experiência vale até outubro de 2017. Saia justa no ar. Logo passou.

Cauã Reymond, mestre de cerimônias ao lado de Julia Goldani Telles, mostrou sintonia com o pessoal da BrazilFoundation. No fim do evento, mostrava fotos de sua filha, Sofia, a uma integrante americana da ONG, mostrando que seu inglês está em forma./ SOFIA PATSCH

Tendências: