Noite de autógrafos

Sonia Racy

24 de junho de 2015 | 01h02

Joana Saragoça, filha de José Dirceu, enfrentou fila de mais de uma hora, anteontem, na Cultura do Conjunto Nacional, para conseguir autógrafo de Quem Foi que Inventou o Brasil?, de Franklin Martins. Para fazer a trilogia que conta a história da República brasileira por meio da música, muito elogiado pelo meio musical, o jornalista pesquisou durante quase 20 anos.

Joana levou para casa dois exemplares com dedicatórias – um deles para o pai.

Autógrafos 2

Rioco Kayano, mulher de José Genoino, também aguardou na longa fila. Recusou fotos, mas não conseguiu escapar dos flashes ao receber o autógrafo.

Autógrafos 3

Chamou atenção a ausência de representantes do governo. Um dos únicos presentes, Edinho Silva, ministro da Comunicação Social de Dilma, teve de passar por duas filas: para comprar o livro e depois para receber a dedicatória.