No, we can’t

Redação

12 de novembro de 2008 | 06h00

O Planalto praticamente já jogou a toalha na árdua tarefa de tentar um encontro entre Lula e Barack Obama, em Washington, no próximo fim de semana.

O eleito mandou avisar: não existem dois presidentes. Ou seja: reunião com Lula, só depois da posse. Em janeiro.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.