No trilho

Sonia Racy

06 de agosto de 2013 | 01h07

O PSDB decide, hoje, em reunião comandada por Aécio Neves e Duarte Nogueira, o que fará em relação às investigações do Cade sobre a suposta formação de cartel em obras do metrô de SP. O partido estuda questionar na justiça a ligação de Vinicius Marques de Carvalho com o ministro Gilberto Carvalho.

E também a indicação de Olavo Chinaglia – que entrou no Cade em 2008, quando o pai, Arlindo, era presidente da Câmara dos Deputados.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: