No Natal de Covas, concessões da Zona Azul e de seis parques

Sonia Racy

22 de dezembro de 2019 | 17h21

VISTA DO IBIRAPUERA

VISTA DO IBIRAPUERA. FOTO GABRIELA BILÓ/ESTADÃO

 

Bruno Covas “ganhou”, na sexta e no sábado, duas boas notícias para o Natal. Uma delas foi que a Prefeitura concluiu a fase de licitação da zona azul e já publicou neste sábado, 21, no Diário Oficial do município, a habilitação da vencedora – a Hora Park Estacionamento Rotativo, que ofertou R$ 1,346 bilhão, o que representa um ágio de 317%.

Na véspera, Covas assinou – como havia antecipado a  coluna na semana  passada — o contrato de concessão do primeiro lote de parques paulistanos, que inclui o Ibirapuera. Trata-se da primeira concessão de parques públicos urbanos do País.

Esse lote inclui, além do Ibirapuera, cinco parques em outras regiões da cidade: Eucaliptos, Jacintho Alberto, Faria Lima, Lajeado e Jardim Felicidade.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.