No contra-pé

Redação

29 de maio de 2009 | 07h57

João Sayad impediu, a tempo, que as comemorações do Ano da França no Brasil fossem abertas, pela Osesp, com uma espanholíssima zarzuela. “Se isso ocorresse, corríamos o perigo de a França retaliar com um tango“, brincou o secretário.

O programa, no Festival de Campos de Jordão, inclui Bizet, Canteloube e Delibes – mas o regente, Victor Pablo Pérez, é… Espanhol.

Veja também:
mais imagensNelson Leirner leva exposição para o Itaú Cultural

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.