No clima

Sonia Racy

01 de outubro de 2014 | 01h03

Para retratar o Saara, centro comercial carioca, no primeiro longa de Estevão Ciavatta– que estreia dia 6 de novembro –, uma versão cenográfica do local, com 1,2 mil m², foi construída dentro de um galpão.

Nas 20 lojas fictícias que compuseram o cenário, o diretor de arte Thiago Marques concentrou elementos cômicos do mercado popular, expresso em cartazes do tipo “Trago de volta a pessoa amada melhor do que antes”.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.