No ar

Sonia Racy

06 de agosto de 2010 | 10h21

Teria sido uma mudança tecnológica teoricamente simples a responsável pelo recente caos aeroportuário causado pela Gol, segundo alta fonte da empresa. O ajuste das escalas da tripulação, introduzido em 1º de julho, sem maiores problemas, colapsou no fim do mês. E resultou na NÃO convocação de tripulação para os respectivos voos. O problema no sistema começou na sexta, saindo do ar sábado. Na segunda-feira, estava instalada a confusão.

Em outras palavras, as equipes ficaram perdidas sem saber onde e quando se apresentar. Enquanto os aviões permaneciam no chão.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: