No ar

Sonia Racy

09 de abril de 2015 | 01h03

A Gol entrou com pedido, na Anac, de autorização de voo direto para Havana. Quem confirma é Paulo Kakinoff, presidente da empresa. “Fizemos estudo de viabilidade econômica da rota e concluímos que a oportunidade é boa”, justificou.

A concretização da linha São Paulo-Cuba não depende só da agência brasileira, mas também da cubana e dos horários de voo disponíveis por lá.

No ar 2

Desde a decisão dos EUA de levantar o embargo à ilha, houve uma intensificação do movimento de turistas europeus e americanos para o país de Fidel Castro. Algo como 25% a mais.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: