No ar

Direto da Fonte

05 de junho de 2013 | 01h14

Mesmo São Paulo não sendo sede da Copa das Confederações, o brasileiro que comprou avião e pagou impostos locais não poderá pousar em… Guarulhos.

O Departamento de Controle do Espaço Aéreo soltou comunicado ditando que, de 13 de junho a 3 de julho – e não só em dia de jogo –, a aviação executiva nacional terá de encontrar outro lugar para desembarcar ou decolar.
A determinação vale, também, para os voos já programados.

No ar 2

Pelo que se apurou, a Secretaria de Aviação Civil, capitaneada por Moreira Franco, teme overbooking nos aeroportos brasileiros e quer manter Guarulhos mais livre.

Detalhe nem tão pequeno: a SAC será responsável por determinar as exceções. Isto é, quem serão os VIPs, nacionais ou estrangeiros, que poderão usar Cumbica.

No ar 3

E Eike Batista colocou seu avião Legacy à venda. Não exatamente por causa da discriminação da SAC.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.