Nível de felicidade mundial chegou ao seu ponto mais baixo em 2018

Sonia Racy

13 Janeiro 2019 | 01h00

O “nível de felicidade mundial” está, em 2018, “em seu ponto mais baixo desde que a Galllup começou, em 2006, a fazer o seu Global Emotions Report. Um de seus destaques: cerca de 300 milhões de pessoas, de 146 países, sofrem de depressão e ansiedade.

E essa “epidemia global de ansiedade” trará como resultado uma proliferação de novos produtos que aumentarão ainda mais o mercado de medicamentos”, adverte a consultoria A. T. Kearney. Mercado que hoje se calcula em torno de… US$ 1 trilhão.

Leia mais notas da coluna:
+ MP decide investigar se André Sturm violou princípios ao afastar o Odeon do Municipal
Advogados ‘terão de se manter vigilantes’, diz criminalista