Nervoso

Sonia Racy

30 Agosto 2015 | 00h50

Conhecido desde o mensalão, quando fez delação premiada, Lúcio Funaro brigou com uma vizinha, em Vargem Grande do Sul. Acabou condenado por ameaça a pena de um mês e 15 dias.

Na sentença, anunciada no final de julho, o juiz Christian Teixeira escreveu que Funaro, após dizer que ia derrubar um muro entre as casas, avisou: “Se você não ficar esperta, derrubo a casa com você dentro. Advogado pra mim não falta, você tem dinheiro, em tenho muito (…) Vai aguentar a pressão?”
A ação foi movida pela Justiça pública.

 

Nota atualizada em 5 de maio de 2016 para correção de informação