Nem todos

Sonia Racy

17 de junho de 2015 | 01h08

A queda de 3,5% em abril nas vendas no varejo, em comparação a abril de 2014 – divulgada ontem – foi puxada, segundo o IBGE, pelo recuo de 16% de móveis e eletrodomésticos.

Mas há sinais de que em outros setores a coisa não vai tão mal. Flávio Rocha, da Riachuelo, diz que as vendas do grupo subiram 20% este ano.