Negociações entre Embraer e União caminham para separação

Sonia Racy

23 Dezembro 2017 | 01h00

As negociações entre Embraer e União – detentora de golden share na empresa – devem caminhar para uma separação entre o setor comercial de jatos e tudo mais que envolva segurança e interesses da defesa brasileira.

O que abriria caminho para a área comercial montar uma joint venture com a Boeing.

Vale a pena
ler de novo

Vale lembrar aqui que no dia 21 de outubro esta coluna publicou a nota abaixo:

“A decisão da Airbus de se tornar sócia da Bombardier para o programa de jatos comerciais CSeries não pegou a Embraer de surpresa.

Pelo que se apurou, a empresa brasileira, vendo a rival canadense fortalecida, já começa a discutir seu futuro. Tem gente na Embraer falando em se associar… à Boeing.”

Leia mais notas da coluna:

+ Petrobrás comemora ‘ganho extra’ com Statoil em Roncador

+ APAA poderá captar R$ 10 milhões via Lei Rouanet