Neca de canja

Redação

12 de dezembro de 2008 | 06h00

Dura na queda, a violinista Sarah Chang não deu chance ao bis, quarta-feira, na Sala São Paulo. Terminado o concerto, a platéia aplaudiu, insistiu, o maestro Neschling foi buscá-la seguidas vezes…

E nada. Ela sorria, agradecia… e tchau mesmo.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: