Nathalie nas horas vagas

Redação

17 de junho de 2009 | 09h31

Ela participa, ativamente, da comunidade “Eu Amo Danoninho” do Orkut. Está também em outra cujo título é “Enchi o saco de hipocrisia.” Aos 23 anos, o seu sonho, não esconde de ninguém, é ser modelo famosa.

O caminho escolhido, no entanto, é no mínimo, curioso. Nathalie Rondeau está hoje lotada em Brasília, ganhando salário em cargo no Conselho Editorial do Senado. Ao qual chegou graças a um dos “atos secretos” do presidente José Sarney, revelados pelo Estado.

A tarefa do Conselho? Selecionar as publicações importantes da vida legislativa nacional, que se transformarão em livros e em história.

Filha do ex-ministro Silas Rondeau – que cuidou das Minas e Energia até 2007 e é grande aliado de Sarney -, Nathalie, pelo jeito, não é de muitos segredos. Ainda no Orkut, participa das comunidades “Sou boa, mas não sou boba” e “Eu Me Namoraria“.

E, no “About Me”, avisa: “Não há nada que melhor defina uma pessoa do que aquilo que faz quando tem toda liberdade de escolha.” Nossa…

Veja também:
mais imagensShopping Iguatemi é palco para a pré estreia do documentário Top Models – Um Conto de Fadas Brasileiro
mais imagensDJ Zé Pedro capitaneia festa em torno do novo álbum, Esta Moça Está Diferente
mais imagensMarco Antonio de Biaggi faz lançamento do livro Estilo Biaggi, na sede São Paulo do Iate Clube de Santos

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: