Não quer apito

Sonia Racy

30 de junho de 2012 | 01h03

Embora parte do canteiro de obras de Belo Monte esteja tomada por índios, Marta Maria Azevedo, da Funai, não se dignou a ir a Altamira, quinta-feira, para importantíssima reunião.

Apito 2

O que querem os índios? Compensações razoáveis, mas também pedidos como 1290 cabeças de gado, caminhonetes de luxo, internet sem fio, antenas de telefonia celular e indenização de até R$ 5 milhões para cada aldeia.

Detalhe: nenhuma delas será atingida pelas águas.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: