Não pode haver consulta ao TSE sobre Mourão, explica advogado

Sonia Racy

14 Setembro 2018 | 00h50

HAMILTON MOURÃO

HAMILTON MOURÃO. FOTO: WILTON JÚNIOR/ESTADÃO

Advogado eleitoral próximo a Bolsonaro explicou ontem à coluna que não há como o PRTB, de Levy Fidelix, consultar o TSE sobre substituição do candidato por Mourão – filiado à sigla – nos debates. Primeiro motivo: o tribunal não decide nenhuma consulta no período de campanha – só ações. E segundo: quem representa a coligação é Gustavo Bebianno, do PSL.

Leia mais notas da coluna:
Campanha de Bolsonaro vai usar empresa de estrategista americano
Ofensa a Mbappé pode custar R$ 7 milhões a youtuber