Não há vagas

Redação

16 de dezembro de 2009 | 11h06

Cada país terá direito a quatro crachás para a reunião final de Copenhague, na sexta. Pelo Brasil, além de Lula e Dilma, lá estão Celso Amorim, Carlos Minc e o ministro do Depto. de Meio Ambiente do Itamaraty, Luiz Alberto Figueiredo.

Quem fica de fora?

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.