Não foram fáceis negociações sobre eliminação da cobrança da Cide

Sonia Racy

24 Maio 2018 | 01h00

Não foram fáceis as negociações entre a Fazenda e o Congresso para se chegar a um consenso sobre a eliminação da cobrança da Cide sobre o diesel e sua devida contrapartida: a aprovação da reoneração da folha de pagamentos das empresas.

A primeira proposta, feita pelo deputado Orlando Silva, defendia 18 setores de fora da medida. A Fazenda apareceu com lista de três, entre eles o de comunicação e o da construção civil.

No fim do corte e da costura política, o martelo batido foi outro. A partir de dezembro de 2020… nenhum setor contará mais com a desoneração na folha de pagamentos.

Leia mais notas na coluna:

Câmara pretende aprovar projeto que permite criar novos municípios

Briga que envolve três dos mais famosos promotores de SP vai parar no STJ