Não é o mordomo

Sonia Racy

08 de maio de 2012 | 01h07

Muitos se perguntam como é que Garotinho conseguiu os vídeos de Sérgio Cabral com Fernando Cavendish em Paris. Esta coluna apurou que eles teriam saído do computador pessoal de Jordana Kfuri Cavendish, mulher do empreiteiro, morta juntamente com o filho Luca Kfuri Magalhães Lins, no acidente aéreo de Trancoso.

A família de Jordana (que também perdeu outra filha, Fernanda, e mais um neto Gabriel Kfuri Gouveia no mesmo desastre) está inconformada. E culpa Cabral e Cavendish pela queda do helicóptero.

Consideram que eles foram irresponsáveis ao embarca-las no voo sabendo das más condições para voar.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.