Não é ilusão

Redação

22 de janeiro de 2009 | 06h00

Sem cine nem vela, lei do governo transferiu as empresas ligadas a cinema de categoria tributária. Numa penada, aumentou de 7% para 17,5% seu imposto.

Segundo Jorge Moreno, justamente o contrário do que seu Congresso Brasileiro de Cinema, que congrega 50 entidades, esperava.

Leia outras notas no blog da coluna Direto da Fonte

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.