Nada para comemorar

Redação

15 de outubro de 2008 | 09h06

A melhora do mercado financeiro pelo mundo, esta semana, não muda o cenário sombrio. “A retomada das operações de crédito, e sua normalização, vai levar meses. A recessão mundial será significativa”, ponderou ontem o economista José Roberto Mendonça de Barros, da MB Associados, cuja maior especialidade é o andar da carruagem da economia real.

Em 30 anos de profissão, Mendonça de Barros jamais assistiu a tamanho aperto de crédito. “Em dólar então, a possibilidade de se financiar hoje é zero”, lamentou, ciente de que muitas empresas exportadoras, mesmo as que não fizeram especulação, estão com grandes dificuldades para conseguir cumprir seus compromissos externos. “É o mundo pós-Lehman Brothers.”

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: