Nada é simples

Sonia Racy

03 de abril de 2014 | 01h04

Ao ser indagado sobre a revisão da Lei da Anistia – anteontem, em debate na FGV –, José Carlos Dias, da Comissão Nacional da Verdade, afirmou que “sofre demais com a questão”.

E que, embora leve em consideração os crimes cometidos, ainda existem “grandes resistências jurídicas dentro da concepção burguesa do direito” sobre o assunto.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.