Nada a ouvir?

Sonia Racy

07 Maio 2015 | 01h10

Advogados da Odebrecht entregaram mais uma petição ao juiz Sérgio Moro, esta semana, colocando a empresa à disposição para prestar esclarecimentos.

“A peticionária esclarece que seus empregados estão à disposição para atender prontamente a intimações para prestar esclarecimentos, conforme já vem ocorrendo quando as autoridades se dispõem a ouvi-los”, diz o documento.

Nada 2

No texto, ‘reclamam’ que “no presente feito – único inquérito conhecido que se presta a investigar empresa do grupo Odebrecht –, não consta ter sido realizada oitiva alguma ao longo de seus mais de seis meses de duração.”

Nada 3

A petição lembra também que, em inquéritos da mesma Operação Lava Jato instaurados pelos tribunais superiores, “já foram designadas as oitivas de três integrantes da empresa”.

E que uma delas só não ocorreu “a pedido da PGR”, pegando o intimado já pronto para falar na sede da Polícia Federal em Brasília.