Relatoria da Lava Jato pode ser repartida entre ministros da 2.ª Turma

Sonia Racy

27 Janeiro 2017 | 01h00

Circula nova possibilidade sobre o sucessor de Teori Zavascki na relatoria da Lava Jato. A novidade seria que os processos seriam distribuídos pelos cinco ministros da Segunda Turma do STF.

Para a quinta vaga, deixada por Teori, iria Edson Facchin, hoje na Primeira Turma.

Os outros quatro? Celso de Mello, Gilmar Mendes, Ricardo Lewandowski e Dias Toffoli.