Na frente

Na frente

Redação

05 de dezembro de 2008 | 06h00

Tempos difíceis? Um filme – mudo – de dez minutos, dirigido por Karl Lagerfeld, é a cereja do lançamento da nova coleção da Chanel.

Os Efeitos Positivos da Crise na Arte Contemporânea são tema de debate, dia 13. Onde? No Gabinete de Arte Raquel Arnaud.

Felipe D’Ávila lança, na terça-feira, seu livro Cosimo de Medici: Memórias de um Líder Renascentista. Na Livraria Da Vila da Lorena.

Ponto para Walter Salles. Seu longa Linha de Passe acaba de ser eleito um dos 100 melhores filmes de 2008, pelo jornal inglês The Times.

Foi criada no Brasil a campanha Na Real, da Nike. Nas fotos, jovens da cena urbana tomam lugar dos modelos profissionais.

Um painel de José Antonio da Silva que participou da Bienal de 1989 está exposto em lugar um tanto inusitado. No restaurante Antiquarius.

A Rodobens agora está vendendo carros importados por encomenda. Entre os “brinquedinhos”, Ferraris e BMWs.

Regina, que aparece ao lado de Tomás, Lygia, Marcos e José Olympio da Veiga Pereira, na foto publicada ontem pela coluna, é mãe e não irmã do quarteto.

Novos tempos, novos refrões. Assim, Washington Olivetto revisa a célebre frase de Andy Warhol: “Todos serão vulgares por algumas horas.”

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.