Na frente

Na frente

Redação

25 de outubro de 2008 | 06h00

Nesta confusão, vai aqui uma pergunta. Por que a BM&FBovespa não proíbe a venda a descoberto de ações? E também seu aluguel?

Com Mallu Magalhães na platéia, criou-se a expectativa de que a adolescente folk repetisse a parceria com Marcelo Camelo no show, anteontem, no Tim Festival. Pena Schmidt, do Auditório Ibirapuera, tenta arquitetar um encontro dos dois para uma próxima ocasião.

Aliás, escalada às pressas para substituir Paul Weller, Roberta Sá confundiu o nome do evento na abertura. Disse Prêmio Tim, em lugar de Tim Festival. No fim, ela se desculpou: “Eu sabia que ia trocar os nomes”.

Em pocket show, em festa pré-Bienal no Jardim Europa, Lobão dedicou música a Marta Suplicy: A Queda.

Depois do entrevero com a cúpula da RedeTV!, João Dória estréia seu programa na Band dia 1º. O primeiro entrevistado é Jorge Gerdau.

Fernando Autran de Figueiredo associou-se a Caio Simões no Espaço Croco.

Ronaldo Ferreira comemora. A marca Bombril acaba de entrar para o seleto rol do INPI das empresas de “Alto Renome” do País. Ao lado de Coca Cola, Rolex e McDonald’s.

Da linha Madame Poças Leitão. Ao falar sobre Bernadette Amaral, que demitiu da Câmara, Arlindo Chinaglia atirou: “Até uma ameba em coma sabe que o Presidente da República vem em primeiro na lista”.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: