Tirando o atraso

Sonia Racy

10 de novembro de 2016 | 00h25

O TJ de São Paulo quer fazer 344 audiências em novembro, nas 71 varas do Estado. Promovido pelo CNJ em todo o País, o Mês Nacional do Júri pretende, para reduzir o estoque de atrasados, fazer 5 mil sessões até o fim do mês.

Motivo? O Brasil lidera hoje o ranking mundial de homicídios, com mais de 59 mil casos registrados em 2014.

 

 

O TJ de São Paulo espera fazer 344 audiências em novembro, nas 71 varas do Estado. Promovido pelo CNJ, o Mês Nacional do Juri pretende avançar no julgamento de crimes em 5.000 sessões em todo o País.