Muso

Sonia Racy

06 de janeiro de 2012 | 23h03

Chico Buarque foi só simpatia na abertura de sua turnê carioca, anteontem, no Vivo Rio. Recebeu no camarim, antes e depois do show, Oscar Niemeyer, convidado de honra – que assistiu a tudo do alto de seus 104 anos.

O compositor também bateu papo animado com familiares e amigos – dentre os quais todo o elenco do Politheama, time de futebol que ele mantém no Rio.

Muso 2

Thaís Gulin levou o cantor embora por volta da uma da manhã.

Não sem antes afirmar que Chico está vivendo um momento especial: “A música passa por ele, transcende. É tudo o que um artista pode querer”.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.