Muralha

Sonia Racy

05 de setembro de 2015 | 01h18

Paulo Sérgio Pinheiro registrou o “aniversário”, anteontem, em reunião da ONU sobre direitos humanos, em Genebra. Como titular da comissão internacional de inquérito sobre abusos na Síria, está há cinco anos pedindo autorização para entrar no país.

Nunca conseguiu.