Mulheres ocupam 31% dos conselhos das corporações, revela levantamento da Bloomberg

Direto da Fonte

30 de janeiro de 2022 | 05h41

LUIZA TRAJANO

LUIZA TRAJANO. FOTO: RENATO CERQUEIRA/FUTURA PRESS

A Bloomberg acaba de concluir seu novo levantamento mundial sobre a presença de mulheres nos conselhos de empresas de capital aberto. Foram consultadas 481 empresas de 45 países – nas quais elas estão presentes em 31% dos conselhos. Mas apenas 7,5% dessas mulheres têm cargos de CEOs. Do Brasil, participaram 13 empresas.

O Índice de Igualdade de Gêneros (Gender-Equality Index) de 2022 revela ainda que as mulheres representam, no total, 23% da força de trabalho nessas empresas – e 29% dos cargos de gerência sênior são ocupados por elas. Além disso, 75% das empresas oferecem salas de lactação para novas mães e 59% dão auxílio para creches.

Vacinar é preciso
Em jantar com empresários, promovido na quinta-feira pela Esfera Brasil, Edson Aparecido afirmou que, dos paulistanos que estão em UTI com covid, um terço não teve vacinação completa. O secretário da Saúde esclareceu, ainda que os hospitais públicos da cidade estão habilitados a tratar comorbidades como obesidade e anemia falsiforme – problemas que costumam complicar o quadro de pessoas infectadas.

Em alta
O YouTube do Itaú Cultural acaba de chegar aos 100 mil inscritos. Um dos primeiros canais de instituições culturais a ser lançado, também tem o maior número de vídeos postados no segmento – cerca de 5,3 mil.

Criado em 2008, o canal teve, em 2021, um crescimento de 30% do número de inscrições

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.