Mulheres aprendem profissões na Penitenciária

Sonia Racy

02 Setembro 2018 | 14h19

Um grupo de mulheres presas do Centro de Progressão Penitenciária termina nesta segunda um curso de capacitação em tecnologia. O que aprenderam? Formas de desenvolver programas e técnicas necessárias à criação de um site, em aulas oferecidas por uma startup, a Mastertech. No teste para conclusão do curso deverão apresentar os sites desenvolvidos ao longo das aulas.

A ação resulta de uma parceria entre a Administração Penitenciária  a Assessoria Internacional do governo paulista, visando a criar horizontes concretos para as detentas. Em outro programa da parceria, concluído na quarta-feira, um segundo grupo de mulheres montou uma cooperativa para produção artesanal, com ajuda da ONG Humanitas360.