…mountain top

Redação

16 de dezembro de 2008 | 06h00

O fato é que o show de Madonna, totalmente impressionista em tons de “black and red”, é uma espécie de solo do Cirque du Soleil. Impacta pela perfeição, criatividade na produção, qualidade tecnológica e profissionalismo.

A rainha, no entanto, decepcionou esses vips que, colados no palco, perceberam quando ela optou por usar playback já na sua primeira música, sem sequer disfarçar: afastou o microfone da boca. O que se repetiu várias vezes em sua performance física milimetricamente calculada.
Altamente invejável, diga-se. Do alto dos seus 50 anos, Madonna é rainha.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.