Motorista deficiente com carro de R$ 200 mil não consegue ser dispensada de pagar IPVA

Sonia Racy

20 Junho 2018 | 00h45

Em julgamento de apenas cinco dias – um dos mais rápidos da Vara da Fazenda Pública de SP– a juíza Patricia Pires negou o pedido de uma motorista deficiente para ser dispensada de pagar IPVA. Motivo: a lei só permite essa isenção para carros até R$ 70 mil. O dela custava… R$ 200 mil.

Leia mais notas da coluna:

Revendedores desaprovam venda de etanol diretamente aos postos

Prefeitura compra alimentos da agricultura familiar para ‘doação simultânea’