Moscou-Berlim

Redação

04 de junho de 2009 | 07h49

O interesse da Rússia era tamanho, em relação à Opel – posta à venda pela GM -, que Vladimir Putin chegou a ligar para Angela Merkel para dar uma força ao banco russo que comprou parte da fábrica.

E os italianos? Falaram, falaram, falaram… e nada.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: