Moro quer mais encontros com a bancada da bala

Moro quer mais encontros com a bancada da bala

Sonia Racy

06 de fevereiro de 2020 | 00h50

BANCADA DA BALA COM MORO, ONTEM NO MJ. FOTO INSTAGRAM

 

 

Sergio Moro pretende fazer, a partir de agora, reuniões sistemáticas com a “bancada da bala” – apelido do grupo que integra a Frente Parlamentar da Segurança Pública. Ontem, ele convidou seis deputados e o senador Major Olímpio, que virou desafeto de Bolsonaro após brigar com Zero 3.  O próximo encontro será em um auditório do ministério, para receber mais convidados, disse Olímpio à coluna.

“Nunca fomos recebidos por Bolsonaro, nem quando ele era do meu partido, o PSL. O presidente foi eleito pelo BBB, boi, Bíblia e bala, mas só o nosso grupo não teve vez ainda”, queixa-se o major.

Preocupação de Moro
é prisão em 2.a instância

Moro apresentou como prioridade, na reunião, a aprovação da PEC da prisão após segunda instância – e teria demonstrado “preocupação” com o risco de ela não avançar. A bancada também prometeu empenho para retirar “o jabuti” – leia-se, o juiz de garantias –, que Bolsonaro não vetou no projeto anticrime, como queria Moro. Após a reunião, o ministro foi encontrar o presidente, que comemorou ontem seus 400 dias.

Ausentes

Michel Temer surpreendeu até os anfitriões ao aparecer anteontem na Livraria da Vila da Lorena, no lançamento (fotos ao lado) de Campanhas Políticas nas Redes Sociais, organizado por Juliana Fratini.

A autora se disse “triste mesmo” com “a ausência do campo progressista”. E citou nomes como Márcio França e Eduardo Suplicy.

Em busca

Arthur do Val, o Mamãe Falei, sondou pessoalmente para ser seu vice Andrea Matarazzo, pré-candidato a prefeito de SP pelo PSD. Ficaram de falar “mais à frente”.

Do Val não é o primeiro a convidar. Gilberto Kassab, presidente do PSD, tem resistido, até aqui, ao assédio do PSDB para juntar forças para outubro. O presidente do PSD não arreda pé de ver Matarazzo disputando votos tucanos com Bruno Covas.

Recuperado

O empresário brasileiro Marcelo Lima – Metalfrio, Le Lis Blanc e John John – e o jornalista britânico Tony Smith – The NY Times, AP – estão comemorando. Em sete anos, a Quinta da Boa Vista, que adquiriram em 2013, numa região de vinhas abandonada de Portugal, foi recuperada e acaba de faturar o prêmio de produtor do ano da Revista de Vinhos.

Que para muitos é “o Oscar dos vinhos portugueses”.

Só verde

O teatro Renault vai oferecer cardápio totalmente vegetariano – o mesmo apresentado no templo budista Zu Lai – durante as apresentações do musical Prince Siddhartha – A Vida do Buda, que estreia no dia 19.

Foi um pedido do templo, que é responsável pela vinda do musical ao Brasil.

Na avenida

A personagem Mulan vai ser a inspiração para algumas das fantasias que Claudia Leitte usará neste carnaval. Assinados por Yan Aciolli e Israel Valentim, os figurinos serão usados nas edições de SP e Salvador do Bloco Largadinho.

Dez anos

Bate-papo com Drauzio Varela, neste domingo, será um dos eventos que marcarão os 10 anos da Biblioteca São Paulo. No dia 15, haverá um Encontro de Ioga e Meditação no Parque.

 

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: