Moro ‘negocia’ destaque da Previdência com Álvaro Dias

Sonia Racy

05 de outubro de 2019 | 00h50

SÉRGIO MORO. FOTO: ALEX SILVA/ESTADÃO
SÉRGIO MORO. FOTO: ALEX SILVA/ESTADÃO

Mesmo negando pretensões eleitorais, Sergio Moro não esconde certo gosto pela política. Anteontem, ele ligou para o senador Álvaro Dias (Podemos), seu conterrâneo do Paraná. O que queria? Pedir que ele desistisse de um destaque (votação em separado) e ajudasse na tramitação da Reforma da Previdência.

Dias retrucou, mas concordou. Agora aguarda o combinado com Fernando Bezerra Coelho, líder do governo no Senado, para construir uma alternativa sobre regras do “pedágio” – que é o tempo mínimo de contribuição para o trabalhador se aposentar.

Protesto

Antes de partir, neste fim de semana, em férias para Nova York, Modesto Carvalhosa já começou a preparar ação contra Gilmar Mendes, por injúria. Deve apresentá-la no próprio STF, em Brasília, ao voltar da viagem, no dia 15.

Na sessão da corte, anteontem, o ministro mencionou o advogado em sua fala, dizendo que ele e sua equipe seriam beneficiados pelo fundo que Deltan Dallagnol queria formar com os recursos obtidos com multas da Lava Jato na Justiça dos EUA.

Nem vem

Pré-candidatos à Prefeitura de São Paulo que procuraram Gilberto Kassab em busca do apoio do PSD saíram decepcionados. O ex-ministro avisa a todos que a candidatura de Andrea Matarazzo é irrevogável.

O ex-ministro estabeleceu uma meta no PSD: lançar candidatos em todas as cidades com mais de 100 mil habitantes ou retransmissoras de TV. Casos fora desse critério terão que ser analisados pela Executiva do partido.

Sem ele

Os 74 anos de Lula, que se completam neste domingo, serão comemorados com torneio de futebol com presença de familiares do petista. Entram em campo, na Escola Florestan Fernandes, em Guararema, quatro times formados por advogados, promotores, juízes e economistas. O torneio foi organizado pelo grupo Prerrogativas.

Polêmico

Tem projeto andando na Câmara que vai incomodar procuradores e outros agentes públicos. Vem do PT e propõe mudanças na Lei de Improbidade.

Para tornar ilícito ganhar dinheiro, ou outras vantagens, proferindo palestras.

 

135 velinhas

O Cristo será iluminado de vermelho e branco, cores da Suíça, durante um jantar no Corcovado, no Rio, dia 10.

O turismo suíço celebra os 135 anos do Bondinho, que foi fabricado naquele país.

Em alta

Com queda na receita desde a tragédia de Brumadinho, o Instituto Inhotim recebeu boa notícia na quinta-feira. Um de seus principais patrocinadores, o banco Itaú, passou de R$ 1,5 milhão para R$ 3,5 milhões o valor de sua ajuda.

Help nas contas

Leonardo Tristão, do Airbnb para a América do Sul, afirma, em estudo realizado pela plataforma – e repassado à coluna – que o dinheiro ganho com a modalidade de aluguel representa hoje 23% da renda familiar dos anfitriões.

O estudo aponta, ainda, que 68% dos anfitriões usam a renda extra para despesas de manutenção da casa – e 56% a aplicam em outras contas.

Autorizado

O Hospital de Câncer de Barretos foi autorizado a captar R$ 7,5 milhões para suas ações socioculturais de 2020.

O projeto inclui a manutenção da biblioteca ambulante, dos Palhaços da Alegria, um coral e um espetáculo de dança.

 

Tendências: