Mommy dearest

Sonia Racy

02 de junho de 2012 | 01h10

Tayyp Erdogan, primeiro-ministro da Turquia, referiu-se à presidente como “minha irmã Dilma”.

Erdogan explicou, durante encontro com Michel Temer em Istambul, que Dilma foi ao enterro de sua mãe na última visita oficial ao país – quando as reuniões entre os dois tiveram de ser canceladas.

E afirmou ter ficado muito tocado com o gesto.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.