Misteriosa, a vida

Redação

03 de dezembro de 2008 | 06h00

Quem conversa com Ely Horn, da Cyrella, maior incorporadora do Brasil, reparou. Seu pessimismo em relação ao futuro do mercado imobiliário, no Brasil, parece irreversível – apesar de sua empresa estar muito melhor que a média.

O que será que ele sabe mais que outros?

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: