Mistério da fé

Sonia Racy

01 de setembro de 2010 | 23h06

Um mistério a menos. O deputado Campos Machado, que chegou a omitir na declaração de bens ao TRE ser sócio de um escritório de advocacia, sempre foi discreto sobre seus clientes. Matando a curiosidade: defende a Igreja Mundial do Poder de Deus no processo que lacrou a sede da instituição.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.