Missão cumprida

Redação

10 de janeiro de 2009 | 06h00

Yeda Crusius acaba de perder seu braço direito. Aod Cunha – o secretário da Fazenda que zerou um déficit de 30 anos do governo gaúcho – vai trabalhar com o Banco Mundial e o FMI.

Seu imediato Ricardo Englert assume a pasta, com grande chance de lá ficar.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.