Ministro comemora sucesso de leilão do Parque do Iguaçu

Direto da Fonte

23 de março de 2022 | 04h50

 

O novo ministro do Meio Ambiente, Joaquim Pereira Leite, em 2019 durante audiência pública no Senado Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado (15/10/2019)

O ministro do Meio Ambiente, Joaquim Pereira Leite. Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado (15/10/2019)

No final do leilão de ontem, na B3, para o Parque Nacional de Iguaçu, o ministro Joaquim Leite tinha boas razões para estar satisfeito. O ágio chegou a 350%, que levou a outorga a R$ 370 milhões. Os investimentos na área estarão em torno dos R$ 4 bilhões.

Verde em alta

“Foi um sucesso!”, contou ele à coluna ao final do leilão. Os vários interessados acabaram juntando-se em dois grupos, dado o alto valor financeiro em jogo.

Próximo passo? Outros 14 parques estão na fila, para concessão nos próximos 3 a 5 anos. Anavilhanas, no Amazonas, é um dos primeiros dessa nova lista de leilões..

Alckmin e cia

Geraldo Alckmin não estará sozinho, hoje, no ato de sua filiação ao PSB. Também assinarão a ficha de ingresso na legenda, na Fundação João Mangabeira, o senador Dário Berger (MDB) e o vice tucano do Maranhão, Carlos Brandão.

Presentes ao evento, o presidente nacional do PSB, Carlos Siqueira, mais Márcio França, os governadores Flávio Dino, Paulo Câmara, Renato Casagrande e João Azevedo.

Memória

Em alerta contra a banalização do holocausto, a Confederação Israelita do Brasil debate hoje o discurso de ódio na Câmara dos Deputados.

Com abertura de Rodrigo Pacheco, presidente do Senado, participam do seminário Cláudio Lottenberg, da Conib, Joel Ilan Paciornik, do STJ, os embaixadores Sidney Leon Romeiro e Heiko Thoms, entre outros.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.