Minhas finanças…

Sonia Racy

12 de maio de 2015 | 01h04

Pode estar chegando da China a solução para vários problemas hoje enfrentados por Dilma: um aporte de peso, acima dos US$ 50 bilhões, a ser anunciado pelo primeiro-ministro Li Keqiang na visita que fará ao País no dia 18, como informou ontem o blog da coluna.

Os recursos devem sair do Banco de Desenvolvimento da China e serão repassados à Caixa Econômica.

…minha vida

O repasse atenderia às necessidades de recursos novos para o banco e ao financiamento da infraestrutura. E também à demanda de empresas chinesas para o financiamento, em reais, dos projetos de que participarem, de modo a fugir do risco de câmbio.

Será a cereja do bolo, a completar o acordo que os dois países assinarão para a construir a ligação entre os oceanos Atlântico e Pacífico.