Minha Sampa pressiona por cotas na USP

Sonia Racy

21 de junho de 2016 | 17h37

A Minha Sampa lançou, ontem, petição digital pedindo cotas para negros, indígenas e estudantes de baixa renda na USP.

A ideia é pressionar o conselho universitário da universidade – que se reúne dia 28 – a aprovar proposta de cotas étnicos raciais e sociais.

A mobilização é uma parceria da rede com o Núcleo de Consciência Negra, o Coletivo OPÁ Negra, a Organização “Por que a USP não tem cotas?” e o DCE Livre.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: