Minha cama

Sonia Racy

16 de junho de 2016 | 01h50

Retirada de colchões e papelões pela GCM “não resolve o problema das pessoas nem da cidade”, segundo o candidato à Prefeitura Andrea Matarazzo.

Tem que ter assistência, criar vagas e retirar o pessoal das ruas – mesmo os que resistem a ir para um abrigo. “Fui acusado de higienista na gestão Serra e Kassab, mas é preciso ser firme para proteger esta gente.”

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: