Meus sais

Sonia Racy

11 de novembro de 2014 | 01h03

Rogério Fasano se estressou, no fim de semana, por causa do “desaparecimento”, no aeroporto de Guarulhos, de leva de trufas – incluindo presente da família Urbani, peça única de 880 gramas.

Por erro, acabaram nos Correios e, sem refrigeração, morreram. Não faltarão trufas no restaurante Fasano, mas essa remessa… foi-se.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.